Conheça o Estilo das 10 Principais Bancas Examinadoras de Concursos Públicos

Quais são as 10 principais bancas examinadoras?

0 144

Ao decidir prestar um concurso público, a primeira informação que salta aos olhos é a banca e a composição do edital. Conhecer o perfil da banca, deveria ser sempre o primeiro passo para iniciar o preparo para o concurso.

Assim, você otimiza seus estudos por saber exatamente o que esperar da banca, e conseguir a partir dessas informações montar um cronograma de estudos mais assertivo.

 

FCC

Essa banca atua em concursos estaduais, municipais e federais, e tem grande destaque nos concursos para tribunais.  A banca tende a explorar todos os conteúdos previstos no edital, além de ter uma tendência a solicitar em algumas questões que o candidato marque a alternativa incorreta. E isso geralmente faz com que o candidato cometa erros devido a falta de atenção.

 

ESAF

A ESAF é uma banca que costuma colocar pegadinhas, alterando apenas uma palavra em afirmações que seriam corretas, mas com essa sutil alteração se tornam afirmações erradas ou sem sentido. As pegadinhas costumam aparecer nas provas de direito.

As provas da ESAF são sempre de múltipla escolha, apresentando 5 alternativas, das quais três costumam ser facilmente eliminadas pelos candidatos, mas duas alternativas são sempre colocadas para confundir, deixando os candidatos em dúvida sobre qual a resposta certa.

 

FGV

A banca FGV é conhecida por organizar o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para se preparar os tópicos cobrados no edital devem ser estudados de forma abrangente, correlacionando o que é aprendido a questões práticas e atuais.

Concursos com questões dissertativas, costumam apresentar 4 questões por exame com um total de 60 linhas em cada questão para que o candidato possa descrever a melhor resposta.

A FGV é uma das bancas mais imprevisíveis do país, por isso, a dedicação aos estudos é essencial. Nenhum macete de prova ou dica substitui isso!

 

CESPE

CESPE é uma das bancas mais famosas no Brasil, devido ao grande número de concursos organizados por sua equipe. Essa banca costuma aplicar pegadinhas em suas provas para eliminar candidatos desatentos.

A banca costuma cobrar sempre as mesmas temáticas, a não contempla todo o conteúdo previsto no edital. Por isso, é essencial que você responda as provas anteriores para adquirir intimidade com a banca, e saber o que esperar de suas provas.

 

VUNESP

Mesmo sendo considerada uma prova mais simples que as demais bancas, todo o conteúdo previsto no edital costuma ser contemplado nas questões, exigindo mais dedicação dos candidatos no período de preparo.

Além disso, a banca costuma cobrar em seus enunciados questões que solicitam a alternativa correta ou a incorreta. E isso funciona como uma pegadinha para os candidatos mais desatentos.

Essas duas características tornam a prova cansativa, principalmente porque o candidato precisa estar atento em toda a duração da prova.

 

CONSULPLAN

A Consulplan é conhecida por trazer provas com textos curtos e perguntas mais simples e objetivas, com 5 alternativas para resposta.

Os candidatos que possuem boa capacidade de memorização para regras costumam apresentar mais facilidade com as provas dessa banca. Os conteúdos previstos em edital são sempre respeitados, e a banca não costuma deixar nada de fora.

 

FUNCAB

As provas aplicadas pela FUNCAB são conhecidas por não possuírem textos muito longos ou complexos. Os enunciados da maioria das provas são mais objetivos, exceto as questões de raciocínio lógico que costumam ser mais complexas, exigindo atenção do candidato para interpretar o enunciado.

Geralmente essa banca utiliza questões de múltipla escolha, com cinco alternativas de resposta, onde o candidato deve marcar a alternativa correta. Apesar da baixa complexidade da maioria das questões, a FUNCAB costuma aplicar provas com 100 questões, o que as torna longas e cansativas. Exigindo muito do candidato.

 

IBFC

As provas objetivas aplicadas pelo IBFC costumam conter questões de múltipla escolha com 4 alternativas e uma resposta correta. Uma das maiores vantagens dessa banca é que normalmente o IBFC não aplica pegadinhas, e prioriza um estilo de prova bastante objetivo e claro.

Isso torna as provas aplicadas pela IBFC relativamente mais fáceis de serem feitas, tornando o dia do concurso menos cansativo e tenso.

 

CESGRANRIO

A CESGRANRIO costuma cobrar 100% do edital, tentando não deixar nenhum conteúdo de fora. Além de aplicar provas de múltipla escolha com 5 alternativas, e uma prova dissertativa. As questões costumam ser mais diretas, o que tende a tornar a prova menos cansativa.

No entanto, é essencial estudar os conteúdos previstos no edital tendo a certeza de que essa banca gosta de avaliar a capacidade de raciocínio logico do candidato em todas as matérias e por essa característica, costuma associar um conteúdo ao outro montando uma questão que contemple duas temáticas.

A CESGRANRIO tem o hábito de repetir questões, portanto, responder provas anteriores dessa banca é essencial não só para compreender como ela cobra os conteúdos como para aumentar suas chances de acerto por estar familiarizado com a questão que surgir na sua prova.

 

IADES

O IADES aplica provas consideradas difíceis, onde as questões costumam ser direcionadas ao cargo em disputa, as provas de múltipla escolha costumam apresentar 5 alternativas.

Em algumas provas o IADES solicita dos candidatos que escrevam pequenos textos ou redações. Nesses casos, os textos têm relação com temáticas atuais que podem ser correlacionadas com temas sobre o cargo em disputa. Portanto, não basta apenas estudar os materiais previstos, as é preciso estar atento aos noticiários.

 

Considerações Gerais

Toda banca costuma repetir um estilo de prova, aplicando questões que seguem esse parâmetro. Portanto, uma das melhores formas de se preparar é conhecendo esse perfil, ao resolver questões de provas anteriores aplicadas pela banca.

Esse treino com provas passadas te dá a oportunidade de aprender como a banca cobra determinados temas e treinar com questões que são potencialmente similares as que cairão na sua prova oficial.

Esse processo de conhecer as questões lhe garante mais confiança no dia da sua prova, porque você já possuirá intimidade com a banca, conhecendo fatores como pegadinhas, estilo de questões e linguagem utilizada na prova. Assim, além de se preparar no que tange ao conteúdo, você estará mais preparado psicologicamente para a prova.

Ainda ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário! Teremos prazer em te auxiliar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.